top of page
  • Foto do escritorXN Artesanatos

O artesanato patchwork: retalhos e tecidos

Uma tendência mundial, o artesanato patchwork cresce no gosto popular e aumenta sua produção pelos artesãos



Recorte, costura e colagem são as principais ferramentas adotadas pelo artesanato patchwork. O método traz como referência as mais diversas texturas e cores, dando origem a produtos completamente originais.

Neste artigo vamos falar um pouco sobre essa tendência mundial de artesanato, que ficou comumente conhecida como artesanato com retalhos ou tecidos. Conheça os principais tipos e entenda como é trabalhada a técnica.


O que é artesanato patchwork?

O artesanato patchwork trabalha com tecidos ou sobras de tecidos na composição de peças. Esses tecidos podem ser utilizados de maneira secundária, assumindo um papel decorativo em peças já existentes, mas também podem ser a figura principal do trabalho, como por exemplo, quando é feito um puxa saco ou pano de prato.

É um trabalho desenvolvido a partir da criatividade do artesão em misturar texturas e cores, reaproveitando tecidos ou retalhos de outros trabalhos, ou até mesmo comprando novos tecidos para a criação de uma peça original.

Por serem de fácil manuseio, os tecidos fixam com colas específicas ou por meio de costura. É um trabalho minucioso e detalhado, que envolve técnicas de recortes, costuras, colagem, pinturas, etc.

Listamos algumas peças que podem ser criadas utilizando de tecidos ou retalhos:

  • Puxa saco

  • Pano de prato

  • Almofadas

  • Quadros

  • Peso de porta

  • Organizadores

  • Capas para vasilhas de vidro

  • Suporte para talheres

O artesanato com tecidos é uma técnica com custo benefício baixo e, em regra, a matéria-prima (tecidos ou retalhos) é reciclada, e tornando-se mais rentável para o artesão, que pode aproveitar restos de outros trabalhos, por exemplo.


Quais os tipos de tecidos utilizados no artesanato patchwork?

Escolher o tecido certo para utilizar na criação de uma peça é essencial para que ela atenda a finalidade para a qual foi criada, tornando-se útil ao consumidor, seja ela uma simples decoração ou um produto com funcionalidades.

Por isso, antes de escolher um tecido para o seu trabalho manual, o artesão deve compreender e identificar a funcionalidade da peça em que está trabalhando.

Os tecidos disponíveis no mercado são variados e possuem características distintas como por exemplo: a facilidade em amassar, em formar bolinhas, em desfiar, etc. Qual delas é mais interessante para o que você está criando? Essa é a primeira pergunta a ser respondida.

A seguir você vai ver quais os três tecidos mais recomendáveis para a produção de peças artesanais.

1. Algodão Cru

Este tipo de tecido tem por característica a resistência a diferentes fatores climáticos, sua durabilidade e sua confortabilidade. No artesanato, o algodão cru é visto em telas de pintura e confecção de bonecas, por exemplo.

2. Tricoline

O Tricoline é um tecido composto de 100% algodão, por isso possui alta durabilidade e resistência. É um tecido considerado leve e muito utilizado no artesanato para a confecção de bolsas, capas para almofadas, quadros, panos de mesa e mantas.

Além disso, é um tecido diversificado em cores e estampas, tornando-o versátil na hora da utilização nas peças artesanais.

3. Malha

A malha é um tecido elástico e flexível, o que torna o trabalho do artesão mais fácil, pois ele conseguirá moldar o tecido nos objetos em que pretende criar. Por isso, a malha é um tecido que, geralmente, é utilizado na confecção de tapetes e fuxicos.

A escolha dos tecidos fica a cargo do artesão, e esta lista com alguns tecidos é apenas uma sugestão com base no que é geralmente usado pelos artesãos.

É importante ressaltar que trabalhar com tecidos de qualidade valorizará a sua peça e, consequentemente, promoverá o seu trabalho, por isso, é necessário uma escolha cautelosa e bem assertiva.


Como funciona o artesanato patchwork?

Ao iniciar um trabalho com essa técnica é necessário ter em mente como o artesanato patchwork se estrutura.

Uma vez definida a peça que deseja criar e o tecido que vai utilizar, o artesão deverá estruturar camadas que sustentarão a peça quando for realizada a colagem ou costura do retalho ou tecido.

Para tanto, o artesão formará camadas que seguirão a seguinte ordem:

  • Montar o forro da peça, utilizando tecidos inteiriços que cubram por inteiro o objeto que será manuseado

  • Proceder com enchimento, promovendo o volume através da aplicação de retalhos ou outros tecidos

  • Dar o acabamento, explorando a criatividade, utilizando de colagem, recortes e costuras


Para quem é indicado o artesanato patchwork?

Como você já viu, o artesanato patchwork é uma técnica barata e que em regra pode ser exercida por qualquer pessoa, seja o artesão profissional ou até mesmo iniciante.

No entanto, esse tipo de artesanato é, na maioria das vezes, visto em grupos de artesãos iniciantes, justamente em razão da matéria-prima barata e pela variedade de possibilidades de peças a partir da utilização de retalhos e tecidos.

Tem interesse em viver de artesanato? Temos um artigo exatamente sobre isso! Confira!

198 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page