top of page
  • Foto do escritorXN Artesanatos

O artesanato folclórico brasileiro e a arte folclórica

Descubra o artesanato folclórico brasileiro e suas características; e ainda qual a diferença entre artesanato folclórico e arte folclórica.



O Brasil é considerado um dos países mais miscigenados e isso está muito bem caracterizado através de sua cultura, seus costumes e suas tradições.

O folclore brasileiro é uma das expressões culturais mais antigas do país, e mistura as diversas culturas regionais que promovem a identidade nacional.


Para tanto, é possível ver o folclore brasileiro em diversos aspectos como por exemplo na arte e no artesanato nacional.

Neste post vamos diferenciar a arte e o artesanato folclórico brasileiro, trazendo seus aspectos e indicando algumas peças que podem ser desenvolvidas nesse tipo de artesanato.


Qual a diferença entre arte folclórica e artesanato folclórico?

A diferença está na finalidade pela qual as peças foram desenvolvidas. No artesanato folclórico é possível perceber uma finalidade utilitária, ou seja, as peças criadas a partir da técnica manual visam atender as necessidades dos consumidores.


Em contrapartida, na arte folclórica percebe-se que as peças desenvolvidas possuem cunho decorativo, ou seja, são peças que compõem ambientes a fim de promover a ornamentação de casas ou estabelecimentos.


Peças do artesanato folclórico brasileiro

Como você já viu, o folclore brasileiro é uma das expressões culturais mais influentes no Brasil e é uma parte importante da nossa cultura. Cada região brasileira possui sua cultura, seus costumes e tradições que refletem tanto no folclore quanto em outras expressões artísticas e culturais.


Conheça algumas peças que compõem o artesanato folclórico brasileiro.


1. Artesanato em barro e em cerâmica

Estes tipos de artesanato transmitem muito da história cultural do Brasil. Podemos citar no artesanato em barro e em cerâmica as bonecas inspiradas em cangaceiros, personagens do nosso folclore como saci, cuca e ainda personagens religiosos.


2. Artesanato têxtil

No artesanato têxtil, muito presente na região norte e nordeste do Brasil, temos uma técnica que envolve linhas, fios ou tecidos. Algumas peças desenvolvidas são: redes, mantas, tapetes, fantoches, etc.


3. Artesanato cestaria

Este tipo de artesanato advém da cultura indígena e é considerado uma herança cultural.

É bastante praticado nas regiões norte e nordeste do Brasil, por isso, neste tipo de artesanato é comum ver como matérias-primas fibras naturais de árvores nativas da floresta Amazônica.

As peças desenvolvidas são cestos, chapéus, redes, peneiras, balaios e muito mais.


4. Artesanato em madeira

O artesanato em madeira também é uma herança deixada pelos povos indígenas, comumente visto no estado do Piauí.

É comum neste tipo de artesanato o desenvolvimento de peças que expressam a cultura religiosa local, por isso as esculturas de santos são algumas das peças mais comuns.


5. Artesanato em renda

Este tipo de artesanato é comum na região nordeste do Brasil. As famosas rendeiras são conhecidas nacionalmente e também internacionalmente. Seus trabalhos são considerados uma verdadeira arte de fios, com um trabalho minucioso e cauteloso, as rendeiras confeccionam suas rendas nos chamados bilros.


Características do artesanato folclórico brasileiro

Para o desenvolvimento de uma peça artesanal, o artesão deverá se preocupar com todas as etapas do processo, desde a escolha da matéria-prima, a finalidade da peça e o arremate final.


Ao desenvolver o artesanato folclórico brasileiro o artesão precisa ter em mente as características deste tipo de artesanato, quer seja: os elementos regionais


O artesanato folclórico é bastante diversificado e é caracterizado pela cultura familiar capaz de promover o sustento de famílias e comunidades. Neste sentido, o artesanato folclórico é um elemento fundamental para o desenvolvimento econômico local bem como um atrativo para alavancar o turismo.


O artesanato folclórico atualmente

Atualmente ainda é possível ver peças artesanais folclóricas. Isso se justifica pela diversidade e por ser um dos artesanatos mais ricos do mundo. É a expressão cultural de um país que se mostra pelos diversos costumes e tradições e ainda traz consigo valores sociais e familiares, que são a base do artesanato tradicional.


Como é visto o artesanato folclórico no mercado externo?

Como você já viu, o artesanato brasileiro é muito bem visto fora do país, contudo, somente nas últimas décadas é que esta técnica passou a ser consumida pelo mercado externo e exportada para empresas estrangeiras.


O que se vê atualmente é um incentivo por parte do governo, associações e algumas entidades privadas como o Sebrae em promover a divulgação de peças artesanais produzidas por artesãos nacionais. A ideia é fomentar o mercado estrangeiro para a exportação, lado outro, valorizar o trabalho de artesãos brasileiros.


Conclusão

O artesanato folclórico ao longo da história só se fortaleceu. Permaneceu atuante entre as famílias de artesãos e a cada dia ganha espaço no mercado.


Em que pese a sua valorização, é preciso ter em mente que não há uma consolidação do artesanato no mercado, por isso, é importante que haja incentivos e investimento nesta vertente, que poderá contribuir para o cenário econômico local e ainda promover o reconhecimento do artesão.


Exponha e vendas seus trabalhos em nossa plataforma on-line! Saiba mais.

4.966 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page