top of page
  • Foto do escritorXN Artesanatos

Artesanato: uma técnica cultural e familiar

Conheça a história do artesanato, quais os tipos de artesanato e como ele pode ser utilizado como fonte de renda


Você já deve ter comprado ou recebido de presente alguma peça produzida através de artesanato. Quer um exemplo? Crochê, fuxico, tecelagem e tricô são alguns dos mais conhecidos.

O artesanato é uma técnica manual que dispensa a utilização de máquinas automatizadas para a criação de peças e produtos. Basicamente, faz a transformação de uma matéria-prima em objetos úteis para o consumidor.

Fique neste post, que vamos te contar um pouco mais sobre como o artesanato surgiu, como se desenvolveu no Brasil, quais os tipos de artesanato e como ele pode ser utilizado nos dias de hoje como fonte de renda.

A história do artesanato

Os primeiros registros da existência do artesanato no mundo foram encontrados no período neolítico - 6.000 a.C. Acredita-se que os primeiros artesãos nessa época poliam as pedras e fabricavam cerâmicas e teciam fibras de animais e vegetais.

Nesse período, a ideia do artesanato estava relacionada à sobrevivência humana, ou seja, os artesãos da época, aqueles que dispensavam um trabalho manual e braçal, produziam itens do dia a dia que fossem úteis e necessários à sua sobrevivência de sua família.

Podemos citar como exemplos de artesanato dessa época os objetos de caça, como lanças, machados, etc. Já para as mulheres, o artesanato era visto na criação de objetos domésticos como pratos, panelas dentre outros.

Em um salto histórico chegamos até a Revolução Industrial em 1760. Nesse período houve o declínio do artesanato, isso porque, com o advento do capitalismo na Inglaterra e em outros países, e com a criação de fábricas, muitos artesãos que exerciam seus trabalhos em casa, passaram a adotar uma nova condição de trabalho.


O artesanato brasileiro: como surgiu?

O artesanato brasileiro é considerado o artesanato mais rico e diversificado do mundo. Possui grande influência folclórica e regional, trazendo consigo tradições culturais e costumes.


Os índios são considerados os primeiros artesãos brasileiros, isso porque, utilizavam de pigmentos naturais para a criação de pinturas, e ainda trabalhavam com a cestaria e a cerâmica, e também na arte plumária, produzindo tangas e outras peças de vestuário ou ornamentos.


Tipos de artesanato

O artesanato advém, principalmente, de referências culturais e familiares. Para tanto, a técnica possui traços genuínos e marcantes que descrevem a arte na sutileza de cada detalhe e no comprometimento com a peça desde o preparo da matéria-prima até o seu acabamento.

Separamos alguns tipos de artesanatos mais utilizados.


1. Artesanato com Tecidos - Patchwork

O artesanato patchwork é aquele em que pedaços de tecidos ou retalhos são utilizados para a criação de peças. É um tipo de artesanato moderno e que traz como referência a mistura de texturas e cores.

2. Artesanato em MDF

O artesanato em MDF é caracterizado pela utilização de um tipo de madeira na criação de objetos decorativos. Nesse tipo de artesanato podemos misturar a pintura, o recorte e até mesmo a colagem de tecidos durante o processo de criação.

3. Artesanato em cerâmica

Este tipo de artesanato é comumente encontrado no Brasil. Trata-se de uma técnica antiga e que tem como composição principal a argila.

O artesanato em cerâmica consiste na modulação de argila para que se crie objetos como vasos, utensílios domésticos, etc.

4. Rendas

O artesanato em renda é típico brasileiro e muito encontrado nas regiões norte e nordeste. Consiste em recortar e entrelaçar fios de algodão, linho, ouro, prata e seda, formando desenhos variados, geralmente de aspecto transparente ou vazado.

5. Artesanato em feltro

O artesanato em feltro é utilizado para a criação ou decoração de objetos como: bonecos, almofadas, tapetes, lembrancinhas e muito mais. É um tipo de tecido que é prensado formando uma trama compacta e resistente.

É um tecido bastante versátil, com cores e estampas variadas e de diversas espessuras.

O artesanato como fonte de renda

O artesanato possui um baixo custo, uma vez que tem um sistema de produção menos complexo se comparado às indústrias, e ainda as fontes de matéria-prima são de baixo valor.

Com a crescente taxa de desemprego no país, o artesanato tem voltado a ser explorado nas mais diversas técnicas, seja na pintura, na utilização de tecidos, na costura, na colagem, etc.

Por ser uma técnica que tem grande influência cultural, geralmente o artesanato pode se relacionar a áreas como turismo, entretenimento e lazer.

Investir no artesanato hoje é uma excelente alternativa para quem busca uma renda mensal.

É importante ressaltar que o artesanato familiar ou artesanato autônomo não depende de grandes investimentos para começar. Basta determinar os tipos de artesanato que irá trabalhar e usar a criatividade na criação dos objetos ou peças.

Atualmente, a grande dificuldade para a valorização do trabalho manual é a industrialização e a automação de máquinas. Com as novas tecnologias o trabalho artesanal passou a ser substituído por máquinas que processam todas as ações em questão de segundos, dando maior rentabilidade e produtividade para as empresas.

No entanto, não podemos negar o diferencial oferecido pelo trabalho artesanal, que desenvolve produtos exclusivos e personalizados.


Conclusão

O surgimento do artesanato revela muito da vida dos primórdios. Sua evolução na história e sua importância para a sobrevivência humana são essenciais para entendermos seu papel na sociedade.

A cultura, a tradição e a família são valores que caracterizam o artesanato e, mesmo com as mudanças sociais, permanecem vivos, em especial na vida daqueles que vivem do trabalho manual.

A XN Artesanatos é o seu mercado online de artesanatos. Um canal para levar seus produtos a clientes apaixonados por artesanato. Saiba mais!

23 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page